terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

De: Pessoa, Para: Pessoa.



Perdi-te o rumo numa dessas vielas que tens percorrido, e de ti não sei mais, nem mesmo zumbido;
Não te sei o destino, nem oiço mais teu tino;
não sei dos teus dias, nem sei de teus sentidos...
Estudo linhas mal timbradas, na esperança de novidades talhadas,
que de ti minha mente chama, mesmo com minha voz calada.
E assento letras, nem sempre escritas,
em papel razurado, que será jamais enviado,
e aguento em silêncio uma espera desesperante,
de acordar de manhã e por fim ter-te encontrado.......


"aut viam inveniam aut faciam"

3 comentários:

Fernanda disse...

Sempre que por aqui passo encontro palavras que poderiam ser minhas, se para tanto tivesse eu a arte de assim as exprimir, pois as mágoas são as mesmas.

Levei daqui há algum tempo, "Girassóis". Hoje levo algo mais e se publicar, o mais certo, darei notícias, e como sempre, todos os créditos te darei.

Um dia feliz
Beijo

Fernanda disse...

Trago um trago de amêndoas doces e um beijo.
Feliz Páscoa



PS. estou a tentar... esta é a nona vez ... Ufa

10ª
A verificação com palavras absurdas...

Ioana-Carmen disse...

love it darling! Wanna follow each others blog?:X

FashionSpot.ro